Computação em Nuvem: quando utilizar?

Tempo de leitura: 2 minutos

Computação em nuvem facilita processos do terceiro setor. Mas será a melhor opção?

Quando falamos em computação em nuvem (ou cloud computing), você consegue associar a ferramenta à sua gestão na entidade socioambiental?

Se a resposta for não, preste atenção ao conceito e às aplicações dessa tecnologia no seu dia a dia para saber o que é melhor para sua entidade!

O que é Computação em Nuvem?

Computação em nuvem (cloud computing) consiste em não investir na construção e manutenção de uma infraestrutura própria, mas utilizar de já disponíveis, que são oferecidas sob demanda.

Ou seja: não é preciso programas no computador ou redes grandes de armazenamento de seus dados.

De modo geral, você pode acessar ou executar qualquer tipo de documento de maneira on-line, em qualquer lugar do mundo a partir de um computador ou aparelho mobile (como smartphones e tablets) com acesso à Internet.

Porém, por motivos técnicos ou econômicos, nem sempre isso é possível. Alguns servidores de arquivos funcionam mal em nuvem quando compartilhado por muitas pessoas.

Ou ainda precisam de estruturas próprias, já que licenças de uso podem expirar rapidamente.

Sua entidade socioambiental deve ficar nas nuvens?

Além de todos os seus dados em nuvem, como planilhas, relatórios e documentos, softwares de gestão também podem estar em cloud computing.

Com apenas um computador básico e acesso à internet, o software pode ser acessado inclusive fora do ambiente de trabalho.

Com isso, algumas vantagens são perceptíveis com a utilização dessa tecnologia, como grande quantidade de dados armazenados e compartilhamentos de acesso.

Mas quando utilizar a Computação em Nuvem?

As mesmas vantagens apresentadas com a utilização de uma ferramenta desse tipo podem gerar dúvidas.

Afinal, até que ponto sua entidade deve utilizar cloud computing para manter a segurança da informação?

Em uma entidade social ou ambiental, a cada 3 anos há um novo processo eleitoral. Neste período, diversos dados são criados para a gestão de terceiro setor.

Portanto, a segurança desses documentos devem ser a principal preocupação na hora de pensar em ter a computação em nuvem.

Conheça outras preocupações antes de deixar sua entidade nas nuvens: 

  • Questões de administração: Tome cuidado com os cadastros de pessoas que já não fazem parte do terceiro setor;
  • Senhas: Com a computação em nuvem é preciso estar sempre atento às trocas de senhas;
  • Banda larga: Com um grande armazenamento é preciso ter uma boa conexão de internet para suportar arquivos e software. Sem isso, há uma boa desvantagem em utilizar cloud computing.
  • Segurança: A computação em nuvem também permite o compartilhamento de informações em tempo real, o que pode comprometer a segurança de dados.

Analise as prioridades 

Analise bem as questões de segurança da informação e defina o que é melhor à sua entidade social ou ambiental.

Dados importantes podem ser armazenados em redes locais para garantir melhor proteção de dados e reduzir problemas de compartilhamentos e acessos indevidos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *