Ataque hacker: Tipos e tendência de ataques e como prevenir seu negócio

Tempo de leitura: 5 minutos

O Brasil é o 4º país que mais sofreu ataque hacker pelo segundo ano consecutivo. A maioria das vulnerabilidades do computador pode ser explorada de diversas maneiras: saiba quais as principais formas de evitá-las!

A sua empresa já sofreu algum tipo de ataque hacker? Se isso ainda não aconteceu com você, pode se considerar com sorte. De acordo com o relatório anual Norton Security Insights, o Brasil é a 4ª nação que mais sofreu ataque hacker em 2017.

Hackers existem há quase tanto quanto os computadores. Na verdade, os hackers existem há mais de um século. Em 1878, apenas dois anos depois que o telefone foi inventado por Alexander Graham Bell, um grupo de meninos adolescentes contratados para configurar os quadros de distribuição foram expulsos de um sistema de telefone em Nova York.

O motivo? Os meninos estavam mais interessados em saber como funcionava o sistema telefônico do que fazer conexões adequadas e dirigir chamadas para o local correto. Em essência, eles estavam tentando “hackear” o sistema para ver como ele funcionava.

A maior parte das vulnerabilidades do computador pode ser explorada de diversas maneiras. Os ataques hackers podem usar uma única exploração específica, várias explorações ao mesmo tempo… Ou mesmo má configuração em um dos componentes do sistema ou mesmo em um backdoor de um ataque anterior.

Ataque hacker hoje recebe uma preocupação cada vez maior das empresas e já pode ser considerado um dos crimes mais recorrentes dos nossos tempos. Grandes empresas têm investido milhões para construir uma infraestrutura tecnológica cada vez mais segura para prevenir que esses ataques aconteçam.

ataque hacker
Contar com um antivírus não é suficiente para proteger seus dados de um ataque hacker

Como detectar um ataque hacker?

  • Malwares detectados pelo seu antívirus de repente:

Mesmo que você não tenha feito nada fora do comum. Assim, sempre identifique a origem da infecção para que você possa ter certeza de onde começou a contaminação do seu sistema. O seu antivírus pode estar detectando algum malware, mas você está navegando pelos mesmos lugares de sempre e são seguros. O seu computador pode estar sendo acessado de fora.

  • Saída de rede com alto tráfego, geralmente maior do que o comum:

Se você observar um volume excepcionalmente alto na sua conexão “dial-up” ou até mesmo “ADSL”, é possível que o seu computador tenha sido invadido. Se o mesmo estiver ocioso, é ainda mais certo de que tenha sido comprometido. O seu computador pode estar sendo usado para enviar “spam”, “worm” ou até mesmo para mineração de dados, principalmente com a valorização atual de criptomoedas como os bitcoins.

  • Aparecimento de barras de ferramentas adicionais ou estranhas no seu navegador:

Alguns softwares, principalmente os baixados ilegalmente, instalam barras de ferramentas e outros plug-ins no seu navegador. Para que isso não aconteça, opte sempre pelos softwares pagos e licenciados.

Como realmente me proteger de um ataque hacker?

  • Abrir e-mails de remetentes desconhecidos: não o faça!

Um dos ataques mais comuns que os hackers utilizam é o chamado “Phishing”, que significa “pescaria”. O malware coloca uma isca para atrair usuários desatentos com propostas milagrosas. Assim que o e-mail é aberto, ele captura dados como senhas de banco, e-mails e fotos pessoais. Jamais forneça dados empresariais ou senhas pela rede.

  • Não instale nenhum software sem conhecer a procedência:

Use sempre softwares originais e os mantenha atualizados. Softwares piratas geralmente trazem malwares em seus códigos e instalam vários vírus sem que o usuário saiba.

  • Elabore senhas longas e as mude de tempos em tempos:

Muita gente costuma manter a mesma senha para todos os seus serviços. Isso é um risco muito grande e basta só um ataque hacker básico para causar um transtorno enorme na sua vida.

  • Faça backups constantes:

Fazer backups sempre foi uma prática altamente recomendada, hoje em dia então, é essencial. Não apenas um, mas quantos você achar necessário de acordo com o devido valor da sua informação. Em casos de ataques hackers como o ransomware, que sequestra os seus dados, você estaria livre para não pagar o resgate.

  • Sempre deixe a verificação dos seus aplicativos mais importantes em duas etapas:

Por mais chato que possa parecer, isso dificulta a invasão de suas contas. A Apple é muito conhecida por ter muitas formas de verificação de segurança. Isso causa uma certa irritação no usuário, mas é tudo pela segurança dos seus dados.

  • Não instale aplicativos de sites que não sejam os sites oficiais do sistema operacional do seu smartphone:

Utilize apenas as lojas virtuais oficiais! Fazer isso evita com que programas piratas e não oficiais sejam baixados junto com vírus, permitindo um ataque hacker.

Próximos passos para manter sua entidade totalmente segura

Lembre-se que tudo o que nós citamos acima são recomendações, mas a tecnologia atual tem avançado em um ritmo tão acelerado que os ataques hackers se inovam o tempo todo. É importante ficar sempre atualizado em como acontecem e como se prevenir.

Para te ajudar nisso, conte com os recursos da Completo Tecnologia! Nós temos os melhores sistemas para prevenção de ataque hacker, antivírus, backup e tudo o que sua entidade do Terceiro Setor precisa.

Conte conosco! Para saber mais sobre como se prevenir de um ataque hacker, deixe o seu comentário abaixo e acompanhe nossos posts.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *