5 motivos para implantar um monitoramento de servidores na sua empresa

Tempo de leitura: 3 minutos

monitoramento de servidores é uma das formas mais assertivas de garantir o máximo potencial e desempenho da sua infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI). A falta desse recurso pode trazer muitos problemas ao negócio, por isso, é muito importante que os gestores entendam a importância de se implantar um monitoramento de servidores na sua empresa.

A principal falha neste sentido, são negócios que delegam todo o procedimento a um único profissional de TI. Se a demanda for alta, é possível até mesmo parar complementar as operações. Ninguém deseja isso, não é mesmo? Por isso, confira um artigo completo que aborda esse tema.

O que é monitoramento de servidores?

Primeiramente vamos explicar, de forma geral, o que é o monitoramento de servidores. Um servidor é um hardware parecido com um computador, que processará, armazenará e fará uma série de operações serem possíveis.

Monitorar essas mídias físicas, é impedir que problemas como instabilidade, perda ou comprometimento de dados apareçam nos servidores. Dessa forma, veja abaixo os 5 motivos para implantar um monitoramento de servidores na sua empresa.

1. Capacidade de processamento

Sua empresa sabe qual é o limite de processamento dos servidores? Os profissionais de TI monitoram esses dados? O primeiro motivo para monitorar os servidores é a capacidade de entender e utilizar da melhor forma o processamento desses hardwares.

Por meio de testes e constante análise, impede-se que ocorram problemas. Outro ponto é possibilitar entender onde é preciso investir na infraestrutura de TI para suportar a demanda de informações, dados e aplicações da empresa.

2. Alta na produtividade

Servidores instáveis causam lentidão nas operações. Isso leva o negócio a diminuir a produtividade. Quando há o monitoramento, os problemas são corrigidos rapidamente e todos os processos podem ser feitos de maneira mais produtiva.

Além disso, monitorar é a capacidade de dar um “up” nos servidores, o que inclui memória, velocidade, entre outros fatores. Acredite: os custos que uma mídia do gênero traz quando está defasada e com problemas, sem monitoramento, é altíssimo.

3. Atualizações necessárias

Perder competitividade é uma terrível dor de cabeça para os gestores. Isso não ocorre na TI do seu negócio com um monitoramento de servidores, que identificam quais atualizações e opções modernas e tecnológicas podem ser aplicadas em sua infraestrutura.

Em determinados casos, esta é a salvação de muitas empresas: quando os servidores apresentam problemas e é necessária uma atualização, é preciso estar preparado. E o monitoramento identifica isso antes que haja ainda mais contratempos.

4. Antecipação de riscos

antecipação de riscos, como explorado neste artigo, é latente: impede-se uma série de problemas, dos menores aos maiores, com o monitoramento de servidores. Isso não inclui apenas os colaboradores da empresa, mas também outras pontas, como os clientes.

Já imaginou um sistema fora do ar ou constantemente instável quando um cliente precisa acessar um recurso da sua empresa? A experiência ruim pode afugentar a pessoa, do contrário, quando há monitoramento assertivo, dá-se excelência ao cliente para continuar (e divulgar) o seu negócio.

5. Manutenção dos servidores

Por fim, algo não menos importante, a manutenção dos servidores. Monitorar é encontrar o melhor horário, dia e forma de potencializar esses hardwares. Os backups também podem ser programados e agendados, melhorando a gestão de TI do seu negócio.

Em todos os casos, um acompanhamento de profissionais do setor é necessário quando não há uma equipe qualificada. Tenha a certeza: o investimento, nesse sentido, muitas vezes, é melhor que deixar um funcionário ocioso e sem a capacidade de identificar as nuances que os servidores apresentam.

Agora que você conhece os 4 motivos para implantar um monitoramento de servidores na sua empresa, aplique isso na prática. Dessa forma, visite nosso site e confira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *