Por que virtualizar os seus servidores?

Tempo de leitura: 3 minutos

Você conhece a virtualização de servidores? Uma prática cada vez mais popular que consiste na divisão de um dispositivo, seja um servidor ou uma CPU, em vários outros aparatos virtuais como sistemas operacionais, aplicativos, redes, entre outros. Por isso, o setor privado precisa saber: por que virtualizar os servidores? Quais os benefícios?

Ao entender esse processo, pode-se ganhar em vários aspectos. Com um bom profissional e/ou equipe de TI é possível realizar todas as etapas de forma rápida e simples.

Pensando nisso, trazemos esse artigo para responder essa questão, mostrando que seu negócio só tende a ganhar com a virtualização de servidores. Acompanhe.

Menos gastos para a empresa

Quem não quer economizar sem perder a eficiência? Pois, esse é o primeiro grande motivo que responde o porquê de virtualizar os servidores. Com a adoção deste processo, diminui-se a necessidade de comprar várias máquinas, pois haverá a centralização em apenas um hardware.

Ou seja, ao investir em um servidor que comporte todas as operações da empresa, não apenas reduz o gasto com aquisição, mas também a manutenção de uma única estrutura física é menos custosa.

Para complementar, diminui-se também os gastos com energia para manter vários equipamentos funcionando ao mesmo tempo, assim como o investimento para alocar a infraestrutura de TI também é menor.

Segurança nos processos

Outro ponto essencial que responde a nossa questão central “por que virtualizar servidores?”, está em algo indispensável para o setor corporativo moderno: a segurança. Aqui, podemos elencar vários fatores que a virtualização desses hardwares traz:

– Cada ambiente virtualizado permite acesso apenas para determinada pessoa, não comprometendo as operações de outros usuários/colaboradores;

– Os backups, automatizados, ocorrem em todos os ambientes – caso haja problema em um servidor virtual, pode-se recuperar através de outros os dados perdidos;

– Em situações como desastres que comprometem o servidor, há a possibilidade de recuperação através dos outros dispositivos virtualizados;

– Possibilidade de priorizar um servidor para uma função específica, como o voltado para os clientes, evitando a interrupção de serviços que podem onerar o negócio.

Aproveita-se mais o hardware

Há determinados componentes que têm grande parte de sua função ociosa dentro da empresa. Por exemplo, processos que demandam apenas o recebimento e envio de e-mails, que ocupam uma parcela mínima do espaço em disco da máquina.

Ao virtualizar os servidores, é possível ter duas vantagens agregadas: não há perda da utilização do hardware e, ainda, pode-se priorizar as operações que demanda mais capacidade do dispositivo. Novamente, menos custos e otimização da infraestrutura física e virtual.

Manutenção e gestão mais simples

Por fim, a manutenção de um servidor virtualizado é mais simples, dinâmica e rápida. Ao repassar as operações para outro dispositivo, não é necessário parar nenhuma ação do usuário, que migrará temporariamente – do mesmo ponto onde suas tarefas pararam.

Dentro de todo esse contexto explorado no artigo, facilita-se a gestão dos servidores: não é preciso gerir dispositivo por dispositivo, pois apenas um local terá todas as ações centralizadas. Em resumo, os profissionais responsáveis por essa operação ganham em tempo e autonomia.

Por fim, uma última dica ao responder “por que virtualizar servidores?”: procure sempre empresas e profissionais qualificados que, com conhecimento do assunto, trarão mais benefícios agregados.

Ficou com alguma dúvida ou deseja saber mais? entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *