Melhores práticas para melhorar a performance da sua base de dados

Tempo de leitura: 4 minutos

Depende muito da performance de sua database o desempenho geral de qualquer aplicativo. Por isso, desenvolvedores e analistas de dados estão, constantemente, buscando soluções para melhorar este quesito e, dessa maneira, fazer a diferença.

No entanto, o problema é que até mesmo realizar pequenos ajustes em qualquer um desses elementos pode ter um grande impacto. Afinal, dezenas de fatores podem afetar este setor, incluindo a forma como os índices são usados, como as consultas são estruturadas e, principalmente, como os dados são modelados.

Ainda assim, nem tudo está perdido. Caso você queira dar um up na sua performance e deixar sua base de dados com uma atuação surpreendente, confira estas práticas e implemente-as já.

Melhore suas estratégias de indexação

Este é um passo muitas vezes ignorado durante o processo de desenvolvimento, mas uma boa estratégia de indexação pode ser a melhor ferramenta para ajustar sua base.

Isso porque os índices são, nada mais que, estruturas de dados que permitem selecionar e classificar rapidamente as linhas em uma tabela na sua database, mantendo tudo organizado e facilitando a localização de informações.

Além disso, aceleram o processo de recuperação desses dados, dão acesso fácil aos registros e tornam tudo mais eficiente, economizando tempo e esforço, tanto para você quanto para o seu sistema.

Ainda assim, apesar dessa configuração não requerer muita codificação, é importante refletir sobre a mesma e ficar atento. Verifique periodicamente se há índices ausentes ou duplicados. Tenha muito cuidado ao excluir os que você acha que não estão sendo usados e garanta que possui, de fato, entendimento completo do sistema antes de fazer alterações. Todo cuidado é pouco.

Identifique qual aplicativo está acessando sua base de dados

Fazer um balanço dos aplicativos e serviços que têm acesso à sua base de dados pode ser uma alternativa para ajudar a identificar os problemas de desempenho.

Isso acontece porque, às vezes, um único cliente pode afetar a performance de toda a sua database, fazendo com que seja necessário realizar uma monitoração e investigar sua métrica para descobrir qual é o problema, em si.

Por outro lado, se todos os seus aplicativos estiverem apresentando um desempenho ruim, é importante que seja feita uma verificação da integridade do seu host, uma vez que a questão pode estar neste fator.

Meça sua capacidade de conexão

Ao considerar que é preciso aumentar a performance da base de dados, a maioria das pessoas esquece as restrições físicas de sua infraestrutura virtualizada, como:

– Roteadores;

– Cabos ruins;

– E outras questões de infraestrutura.

Por isso, você sempre deve monitorar suas métricas de rede, compreendendo que sua conexão pode aumentar o tempo de resposta da base de dados e que o motivo pode estar aí.

Para tal, reconfigure seu pool e tente determinar sua capacidade, aumentando o número de conexões ou a carga, até que o desempenho do disco, memória ou CPU atinja seu limite. Assim, se você precisar de mais conexões, é hora de atualizar seu hardware para que seu servidor possa suportar os aplicativos.

Obtenha uma CPU mais forte

Caso você ache que a sua database está com uma baixa performance, é hora de atualizar sua unidade de CPU. Em especial porque, quanto melhor for, mais rápida e eficiente será a sua base de dados.

Portanto, considere fazer a compra de uma unidade de classe superior, visto que, quanto mais potente, menor será a sua tensão ao receber vários aplicativos e solicitações. No entanto, não faça a aquisição sem antes acompanhar todos os aspectos do desempenho, seu tempo de resposta e outros fatores preponderantes.

Adicione mais memória

Quando não há memória suficiente disponível na base de dados para executar o trabalho solicitado, é compreensível que o desempenho seja afetado. Principalmente porque, assim como no caso da CPU, quanto melhor for, mais ajudará a aumentar a eficiência do seu sistema.

Diante deste cenário, para saber se é hora de adicionar um pouco mais desta característica, verifique quantas falhas de página o seu sistema possui e, caso o número seja alto, isso significa que seus hosts estão com pouco espaço disponível.

Desfragmente os dados

Se você estiver tendo problemas com uma base de dados lenta, outra solução possível é a desfragmentação. Afinal, você pode ter armazenado milhares de registros durante seu período de uso e, ao longo de todo esse tempo, vão se fragmentando nos arquivos internos e até no próprio disco.

Assim, esta prática permitirá agrupar os dados relevantes, para que as operações sejam executadas mais rapidamente, o que afetará diretamente o desempenho geral da consulta e na sua database.

Peça ajuda

Caso você precise de ajuda para sanar este e outros problemas relacionados à sua infraestrutura de TI, entre em contato com a nossa equipe e veja como podemos auxiliá-lo. Estamos te esperando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *