5 razões para investir em um monitoramento de TI

Tempo de leitura: 3 minutos

O departamento de Tecnologia da Informação (TI) já é considerado, em muitas empresas, como setor fundamental para garantir a operação. Portanto, estamos falando de uma função estratégica e importante para os objetivos e planejamentos corporativos. Para otimizar ainda mais esse trabalho e a ação do restante dos colaboradores, é preciso investir em algumas soluções, como o monitoramento.

A ação significa muito mais do que reagir a algum problema. Ela está relacionada a proteção e a atualização de sistemas e softwares, a fim de garantir um bom trabalho para toda equipe. Uma empresa mal preparada nesse âmbito pode apresentar atrasos, prejuízos e danos em sua imagem e reputação.

Confira, a seguir, outras justificativas para adotar a estratégia para TI, dentro do seu modelo de negócio.

Razões para fazer monitoramento de TI

Conforme falamos, implementar monitorar o setor de TI não quer dizer agir de forma reativa. A função é justamente o oposto: identificar erros e possíveis riscos, além de lacunas na rotina que possam prejudicar o trabalho.

Aliás, ainda existem outras vantagens que refletem diretamente na atuação da empresa. Confira:

1) Disponibilidade: por meio de relatórios de monitoramento, é possível detectar falhas e pontos passíveis de melhora e avanços dentro do sistema da empresa. Assim, a tarefa de reagir ao problema e buscar uma solução adequada é reduzida ao conserto de erros com antecipação. Logo, a disponibilidade do sistema está em alta e o trabalho de outros colaboradores dificilmente será interrompido.

2) Desempenho: a vantagem da disponibilidade implica no aumento do desempenho empresarial. Como o monitoramento constante revela falhas, alguns processos e trâmites de rotina acabam, pois se mostram desnecessários. Com o fim da lentidão e de inutilidades, o foco da equipe, então, se vira para o que realmente é relevante para o avanço do negócio.

3) Redução de custos: toda empresa sonha em um dia operar mais gastando menos. O monitoramento das atividades de TI é um dos fatores que ajudam a alcançar esse objetivo. A partir do momento em que os sistemas funcionam melhor e com menos falhas e interrupções, a companhia para de perder tanto dinheiro por tempo parada. A produção segue contínua e os antigos gastos com consertos de emergência não são mais tão recorrentes.

4) Decisão mais coerente: quando temos dados para embasar nossas escolhas, os resultados, geralmente, são melhores. Afinal, podemos considerar diversos fatores e ter ciência do que estamos fazendo. A estratégia de monitorar o setor também serve, portanto, para auxiliar, principalmente, gestores a tomarem decisões mais pertinentes com o seu contexto.

5) Trabalho remoto: já existem no mercado softwares que continuam trabalhando por você (além do horário comercial). Isso significa que os relatórios não precisarão esperar pela chegada de um funcionário. As falhas também poderão ser identificadas mesmo sem um trabalho de investigação manual. A empresa ganha tempo e precisão com essa estratégia.

Agora que sabemos algumas vantagens de ter monitoramento de TI dentro das companhias, fica mais fácil de entender a sua importância.

Se você se interessa pelo universo tecnológico ou tem uma empresa que está começando agora a implementar estratégias de Tecnologia da Informação, acesse o nosso site e nos siga no Facebook|Instagram para sempre ficar por dentro de novos conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *