5 coisas sobre TI que o terceiro setor precisa saber

Tempo de leitura: 4 minutos

A tecnologia veio para facilitar a vida das pessoas, e no terceiro setor não é diferente. Isso porque a infraestrutura de TI no terceiro setor é responsável por tarefas como, por exemplo, arrecadar doações e ajudar na busca por recursos federais. Sem ela, nada disso seria possível.

Muitas vezes, as organizações não percebem como a Tecnologia da Informação pode abrir novas portas para uma gestão muito melhor e mais eficiente. Isso porque, muitos dos colaboradores relatam a dificuldade para entender o que necessitam, qual ferramenta é a ideal para a resolução de um problema e como consegui-la.

O investimento em TI para o terceiro setor pode ser feito de várias maneiras, desde melhorar o funcionamento interno da Organização, até para captar novas doações e trazer novos investidores.

Confira a seguir 4 dicas que irão transformar o ambiente de trabalho do terceiro setor.

A nuvem é a sua melhor aliada

Certamente você já ouviu falar em Dropbox, Google Drive ou One Drive, não é mesmo? Ambas se tratam de tecnologias de armazenamento na nuvem, que possibilitam o acesso a arquivos e tarefas por meio da internet, sem a necessidade de instalar aplicativos em seu computador. Desta forma, uma vez que os dados estão disponíveis em uma rede remota, eles podem ser acessados, editados e salvos em qualquer aparelho.

Ou seja, mesmo que você esteja fora do ambiente de trabalho, poderá acessar remotamente toda e qualquer informação que estiver armazenada na nuvem, por meio de um notebook, desktop ou, até mesmo, do seu próprio smartphone.

Uma pequena parte das organizações sem fins lucrativos já adotaram essa nova tecnologia em seu dia a dia. Mas, a verdade é que a maioria delas, não reconhece, ou não conhece, o potencial e a praticidade que a nuvem oferece.

O gerenciador de e-mails otimiza a forma de trabalho

Você sabia que os gerenciadores de e-mail são os softwares em nuvem mais acessados no mundo inteiro? Isso acontece porque a ferramenta otimiza a forma de trabalho, permitindo com que se crie pastas virtuais para organizar os e-mails por relevância, assuntos, por pessoas ou de qualquer outra forma que tornar a busca mais fácil.

Ter uma boa infraestrutura é indispensável

Os investimentos em TI para o terceiro setor devem ser feitos de acordo com as necessidades e carências de cada entidade, com as tecnologias aplicadas à sua área de atuação.

Por isso, é indispensável o investimento em novos computadores, assim como no desenvolvimento e na implantação de softwares que atendam à demanda de cada organização, permitindo com que os diversos setores interajam entre si e, consequentemente, ganhem eficiência em seu trabalho.

Em um mundo ideal, cada organização do Terceiro Setor deveria contar com um núcleo de tecnologia capaz de atender à crescente demanda e estabelecer um ritmo de trabalho contínuo de manutenção das plataformas tecnológicas. Porém, sabemos que o cenário é bem diferente disso e que, muitas vezes, as entidades contam com o auxílio de voluntários para trabalhar na área de TI.

As mídias digitais como fonte de novas oportunidades

Mesmo com o constante crescimento das redes sociais, muitas organizações ainda não enxergam a necessidade de estar presente das mídias digitais, uma vez que não vendem produtos ou serviços. Mas se engana quem ainda pensa assim.

O Terceiro Setor sempre será uma causa a ser comprada e, para isso, deve ter suas ações compartilhadas com o maior número de pessoas possível.

As redes sociais não só permitem com que sejam compartilhados os movimentos da entidade, como também aumentam o engajamento com doadores, aumenta a chance de chamar a atenção de novos parceiros e investidores e, também, é uma ótima fonte de prestação de contas para com seu público.

Dados fiscais e cumprimento da Lei

Ao investir em infraestrutura de TI, o terceiro setor garante que cumprirá a Lei 13.019, que torna obrigatória que todas as ações tomadas por qualquer Organização Social sejam apresentadas por meio de portais de transparência.

Para que tal ação seja possível, é imprescindível a implantação e o investimento em tecnologia no terceiro setor, de forma a reforçar a credibilidade da instituição, aumentar os recursos e o número de pessoas atendidas.

Gostou e quer ficar por dentro de todos os conteúdos? Acesse o nosso site e nos siga no Facebook|Instagram para sempre ficar por dentro de novos conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *